Vallourec seleciona startups para parceria

22/06/2018
Lançada nesta sexta-feira a segunda edição do programa Vallourec Open Brasil.

O programa Vallourec Open Brasil foi lançado em 2017 para promover a cultura da inovação, por meio da busca de startups e empreendedores capazes de desenvolver soluções na área de data science, focadas em melhorar ou desenvolver novos serviços para os clientes do Grupo. As escolhidas recebem mentoria de profissionais, imersão e treinamento na Empresa, além de acesso exclusivo à rede de fornecedores e clientes.

Poderão participar do Vallourec Open Brasil 2018 startups de base tecnológica do Brasil que possuem CNPJ. Para realizar a inscrição, as interessadas deverão preencher o formulário disponível no site www.vallourecopenbrasil.com.br, no período de 22 de junho a 22 de julho. A lista das selecionadas na 1ª fase do programa será divulgada no dia 8 de agosto.

O tema de 2018 é voltado para visão computacional e tecnologias de sensoriamento. "Todos os desafios estão relacionados à captação e interpretação de imagens ou características topográficas para transformá-las em informações úteis por meio do processamento dos dados captados", explica a engenheira de Pesquisa e Desenvolvimento da VSB e coordenadora do programa, Thiara Rodrigues.

Segunda etapa

Para participar da 2ª fase da seleção 2018, as startups escolhidas na 1ª fase deverão enviar um vídeo pitch de no máximo 5 minutos no formato MP4 com uma apresentação da startup e uma proposta de projeto focada em um dos desafios descritos no site www.vallourecopenbrasil.com.br. Os vídeos devem ser enviados entre os dias 8 e 24 de agosto e não poderão exceder o tamanho de 2GB.

Até dez startups serão selecionadas com base na adequação das atividades da empresa ao tema proposto, à capacidade técnica para desenvolvimento do projeto e criação de soluções inovadoras e no currículo dos integrantes (Lattes ou LinkedIn). O resultado da seleção será divulgado no site no dia 31 de agosto.

Imersão e prática 

Em setembro, as startups selecionadas na 2ª fase participarão de uma etapa de imersão na unidade da Vallourec no Barreiro, em Belo Horizonte, onde terão acesso a informações relacionadas ao negócio e aos processos da Empresa para construir uma proposta de trabalho em conjunto com a Vallourec. As selecionadas terão ajuda de custo para essa atividade, que terá duração de sete dias úteis. 

As propostas desenvolvidas serão apresentadas no dia 3 de outubro para gestores da Empresa, que vão avaliar e selecionar as melhores. As vencedoras terão a oportunidade de implantar o próprio projeto com orientação dos profissionais da Vallourec.

 Resultados

A primeira edição do Open Brasil já rende resultados práticos. A Twist, uma das vencedoras, assinou contrato com a Vallourec e trabalha com uma plataforma de avaliação da qualidade de dados com o objetivo de dar suporte ao desenvolvimento de soluções digitais que agregam valor ao principal produto da Empresa, o tubo de aço sem costura. 

"Para nós da Twist, foi muito importante conhecer os processos da Empresa, tanto de produção quanto de logística, para que pudéssemos ser mais assertivos. Recentemente, estivemos em Belo Horizonte apresentando os dados que mensuramos e avaliamos para a equipe de Qualidade da Vallourec", informa o sócio-diretor da startup, Fernando Ferreira, que é chefe de operação.

A outra vencedora, a Rio Analytics, também contratada, está com a tecnologia validada e agora passa pelo processo de avaliação de mercado. A startup criou um protótipo de medição de falha em risers, tubulação que liga a plataforma ao fundo do mar em processos ligados à exploração de petróleo. 

Ricardo Ferreira, diretor da Rio Analytics, avalia  que o processo de desenvolvimento do produto foi muito proveitoso para sua empresa e contou com a colaboração ativa dos empregados da Vallourec. "O Open Brasil foi uma oportunidade única para validar nossas tecnologias com um cliente de peso como a Vallourec", disse.