Segunda no Cine

10/06/2019
Confira a programação da mostra no mês de junho.

O Segunda no Cine, ao longo do mês de Junho, traz ao público uma seleção especial, formada por adaptações de obras literárias para o cinema. A curadoria buscou acolher filmes que parecem transcender a sua origem nas páginas escritas e se constituir, a partir da linguagem audiovisual, como ícones da cultura popular.

10 de Junho – 19h30
Bonequinha de Luxo, de Blake Edwards, 1961

bonequinha-de-luxo-311.jpg

Livre | 115 min. 
Os nomes Audrey Hepburn e Holly Golightly tornaram-se sinônimos desde que esta deslumbrante comédia romântica foi traduzida para a tela da novela best-seller de Truman Capote. Holly é uma deliciosamente excêntrica atriz de Nova York, determinada a se casar com um milionário brasileiro. George Peppard interpreta seu vizinho do lado, um escritor que é "patrocinado" pela rica Patricia Neal. Adivinhar quem é o homem certo para Holly é fácil. Ver o quanto esse romance floresce é uma das delícias duradouras desse tratamento precioso que se passa com a trilha sonora de Henry Mancini e a canção 'Moon River' de Mancini-Johnny Mercer, ganhadoras do Oscar.

 

17 de Junho – 19h30
Psicose, de Alfred Hitchcock, 1960

download (2).jpg 

14 anos | 109 min.A obra-prima de Alfred Hitchcock das estrelas macabras Anthony Perkins como o problemático Norman Bates, cuja antiga casa escura e motel adjacente não é o lugar para passar uma noite tranquila. Ninguém sabe disso melhor do que Marion Crane (Janet Leigh), a malfadada viajante cuja jornada termina na notória "cena do chuveiro". Primeiro um detetive particular, depois a irmã de Marion (Vera Miles) procura por ela, então o horror e o suspense se elevam a um clímax aterrorizante onde o misterioso assassino é finalmente revelado.

 

24 de Maio – 19h30
O Poderoso Chefão, de Francis Ford Coppola, 1972

 download (4).jpg

14 anos | 175 min.A obra-prima épica de Francis Ford Coppola apresenta Marlon Brando em seu papel premiado com o Oscar de patriarca da família Corleone. O diretor Coppola pinta um retrato arrepiante da ascensão e queda do clã siciliano do poder na América, equilibrando magistralmente a história entre a vida familiar de Corleone e o negócio criminoso em que estão envolvidos. Baseado no romance best-seller de Mario Puzo e com performances de carreira de Al Pacino, James Caan e Robert Duvall, este brilhante filme recebeu dez indicações ao Oscar, das quais ganhou três prêmios, incluindo Melhor Filme de 1972.